Logotipo do Planeta Educação

Fazer busca detalhada


placeholder for flash movie

Cinema na Educação
João Luís de Almeida Machado Doutor em Educação pela PUC-SP; Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP); Professor Universitário e Pesquisador; Autor do livro "Na Sala de Aula com a Sétima Arte – Aprendendo com o Cinema" (Editora Intersubjetiva).

Shakespeare Apaixonado -
Como Romeu e Julieta

Imagem-de-um homem-com-olhar-desconfiado

Que o bardo inglês foi o maior escritor de todos os tempos ninguém duvida. Se o filme "Shakespeare Apaixonado" fez jus ao seu personagem central, existem muitas dúvidas a respeito. Nem mesmo o prêmio de melhor filme concedido pela Academia de Hollywood (o Oscar) parece ter feito do filme uma unanimidade entre os críticos, pelo contrário, muitas foram as pessoas que questionaram a entrega de tão conceituado prêmio a um filme considerado apenas mediano ou razoável.

Premiações à parte, "Shakespeare Apaixonado" tem muitos méritos e, para os educadores pode se tornar um bom referencial para trabalho em sala de aula. Joseph Fiennes (como William Shakespeare), Gwyneth Paltrow (no papel de Lady Viola, a amada de Will Shakespeare) e o elenco de apoio formam um base sólida para as interpretações. A reprodução de época foi realizada de forma admirável, com os locais por onde circulavam atores, diretores e escritores tendo sido refeitos de acordo com os modelos de época. O figurino é outro rico ornamento utilizado no filme para nos fazer viajar no tempo e sentir os ares da Inglaterra do século XVI.

A história do filme aborda uma paixão fulminante que teria atingido o grande escritor no momento em que passa por uma crise que não permite a ele escrever. Will precisa desesperadamente produzir uma nova peça teatral para conseguir pagar suas dívidas (pelas quais, inclusive, corre risco de vida), no entanto, esse vazio criativo que o atinge impede que ele termine uma peça entitulada, à princípio, como "Ethel e o pirata". Uma outra preocupação que o aflige refere-se ao fato de que ele parece instado a competir com um outro grande autor daquela época, que desfruta de muito mais prestígio que ele nos meios teatrais londrinos.

Sua paixão, o grande mote do filme, também lhe causará problemas. Sua amada Lady Viola, pertence a outro nível social (a nobreza) e, está sendo prometida a um importante figurão da região onde mora. O status social, no entanto, não parece ser impedimento para a realização de um amor que desde o primeiro momento contou com uma resposta positiva por parte da bela dama. Através de subterfúgios dignos de Romeu, Will Shakespeare consegue se aproximar de sua Julieta e, concretizar uma bela história romântica.

Paralelamente a trama central do filme, Shakespeare descobre as peças que lhe permitem, aos poucos, a composição de uma de suas maiores obras, justamente "Romeu e Julieta". A história do filme nos faz crer que, motivado por um romance particular, Shakespeare teria encontrado motivação para realizar um de seus clássicos. Nesse momento o professor que estiver trabalhando com o filme deve esclarecer que a história apresentada no filme é uma peça ficcional. Dessa forma, evita que essas informações sejam encaradas pelos alunos como fidedignas e verdadeiras.

Cena-do-filme-moca-olhando-para-frente-com-olhar-distante

Se a história do filme utiliza-se de um personagem histórico que realmente existiu e cria situações não verificadas a respeito do mesmo, numa obra de ficção, então qual é o valor educational desse material filmado?

Poder circular pela Inglaterra desse importante período, verificando as condições gerais em que foram criadas algumas das mais importantes obras do Renascimento Cultural, despertando os alunos para o fato de que essa época traduziu-se em produções imortais de alguns dos maiores pensadores, literatos, cientistas e artistas de todos os tempos.

Aprofundar o conhecimento sobre Shakespeare, incentivando dessa forma a leitura de textos como "Hamlet", "Otelo", "Sonhos de uma noite de verão", "O Mercador de Veneza" ou mesmo de "Romeu e Julieta", entre tantas outras obras fantásticas produzidas pelo grande escritor inglês. Fazer uma ponte que permita ao aluno entrar em contato com outros grandes literatos do período como Camões ou Cervantes.

Ampliar a noção de Renascimento Cultural, extrapolando os limites da literatura e permitindo aos alunos associar esse grande momento da história da humanidade a produções na área da ciência (com destaque para os trabalhos de Copérnico, Galileu, Kepler,…), das artes (como podemos deixar de enaltecer as produções de Michelângelo, Rafael, Leonardo Da Vinci,…) ou da filosofia (com as decisivas contribuições de Maquiavel, Hobbes, Descartes,…).

Além disso tudo, discutir em filosofia ou literatura o maior de todos os sentimentos, o amor. O mais interessante é notar que o brilhantismo da obra de Shakespeare decorre justamente da intensidade e riqueza com que aborda a natureza humana, seus temores e fraquezas, suas virtudes e qualidades, seus rancores e sentimentos (entre os quais, com grande brilho, dedicam-se páginas e páginas ao amor, justamente o tema central do filme).

Cena-do-filme-casal-se-olhando-de-frente

Apesar das resistências de algumas pessoas, assista o filme e tire suas próprias conclusões. Eu recomendo!

Ficha Técnica:

Shakespeare Apaixonado
Shakespeare in Love

País\Ano de Produção: EUA, 1998
Duração\Gênero: 122 min, Comédia
Disponível em vídeo e DVD
Direção: John Madden
Roteiro: Marc Norman e Tom Stoppard
Elenco: Gwyneth Paltrow, Joseph Fiennes, Geoffrey Rush, Ben Affleck,
Tom Wilkinson, Judi Dench.

Links:
-http://www.adorocinema.com.br/filmes/shakespeare-apaixonado/shakespeare-apaixonado.asp
- http://epipoca.uol.com.br/filmes_detalhes.php?idf=516

Videos-Relacionados

Avaliação deste Artigo: 3 estrelas
COMPARTILHE

DeliciusDelicius     DiggDigg     FacebookFacebook     GoogleGoogle     LinkedInLinkedIn     MySpaceMySpace     TwitterTwitter     Windows LiveWindows Live

AVALIE O ARTIGO





INDIQUE ESTE ARTIGO PARA UM AMIGO










11 COMENTÁRIOS

1 lala - brasilia
e um bom filme bem quente
09/09/2011 13:51:06


2 luiza - arapiraca
esse filme é muito bom, assisti ele na escola.
20/09/2010 20:36:21


3 Irailde Dias de Melo - Areial pb
Adorei ao fazer leitura do artigo, pois estou fazendo minha monografia O Uso da metodológia da História no processo do ensino na Modalidade de Jovens e Adultos. E fiz a citação de uma cena do filme sem ter assistido, na correção á professora pediu para comentar e eu não tinha nem idéia de como seria,agora estou buscando informações e adorei tudo que pesquisei neste espaço.Tudo sobre sua obra e indicações que possa me auxuliar no trabalho acadêmico,como também em sala de aula com meus alunos. Vou procurar o filme e com certeza irei adorar, me apaixonei por tudo.Sou professora de História e gosto de trabalhar com filmes que possa me levar a outras fontes. Obrigada pelo este espaço. Irailde.16/07/2010
16/07/2010 16:18:40


4 iara jessica - são luis -ma
bemm eu adoreii o filme shakespeare in love hihihihhihi se pudesse assistiria mais vezes pq vale a penaa....
28/11/2007 09:52:23


5 iarinha - são luis
bem o filme é muito legall além de eu não ter assistido todo só a metade mais teu de perceber q eu é bomm eu addoreii elee... mais ainda vou terminar de assistir..
28/11/2007 09:50:17


6 nine - Ampére
esse filme é muito lindo eu adorei hehehehe
02/10/2007 21:00:55


7 rosilda de sousa silva - novo acordo-to
bom, eu adorei o filme é muito bom.eu recomendo...
05/09/2007 22:35:50


8 ana carla alves dos santos - ssaj
eu achei super interessante, pq encontrei td q queria sobre este conteudo
14/08/2007 11:15:01


9 Adriana Madureira Costa - São Paulo
Estou realizando uma pesquisa sobre esse filme para descrever um Relatório. É inacreditável, mas existem alguns fatos que fazem parte da biografia de William Shakespeare um exemplo é a morte de seu grande amigo e produtor,que era o conhecido " Conde de Essex que pela história em 1601 foi morto oficialmente por conspiração contra o Reino". Lembro que no filme realmente um de seus amigos morre e isso o inspira para concluir a peça. Em sua biografia confirma-se que Shakespeare sofreu terrivelmente com a perda do amigo e esse fato o inspirou profundamente para escrever as suas mais impressionantes tragédias. Pesquisando com certeza descobriremos mais dados. Adorei o filme e como leitora desse grande dramaturgo me inspirei em pesquisar um pouquinho mais. Adriana Madureira
26/03/2007 09:30:25


10 Mateus Silva Teodoro - cataguases
o filma e muito bom adorei
20/03/2007 13:52:52


11 Andressa torres - Mogi das Cruzes
bom adorei conhecer a historia de William Shakespeare é uma historia muito linda admiravel etc.Gostei de aprender varias coisas que ele fez como as obras,poesias,filmes etc..
08/03/2007 13:03:58


ENVIE SEU COMENTÁRIO

Preencha todos os dados abaixo e clique em Enviar comentário.



(seu e-mail não será divulgado)


Os conceitos e opiniões emitidos em artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores.