Logotipo do Planeta Educação

Fazer busca detalhada


placeholder for flash movie

Matemática
 

Papagaio e Pipamodelismo - 01/06/2005
Matemática

O professor Ken Yamazato é apaixonado por papagaios desde criança e a vida toda tem se dedicado ao estudo e à arte de projetar e criar modelos das mais variadas cores, tamanhos e formatos.

Engenheiro Mecânico e de Segurança do Trabalho, formado pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI-SP) e pela Faculdade de Saúde Pública da USP, é reconhecido oficialmente pelo CREA-SP (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura) como o 1º Engenheiro de Papagaios no Brasil.

Já foi dezenas de vezes premiado em campeonatos e festivais de papagaios; entre 1979 e 1986 foi por oito vezes consecutivas o Campeão Paulista de Pipas na categoria "engenhosidade"; e é o atual recordista brasileiro de empinar "o maior trem de pipas" - Guinness Book 1998 (edição brasileira), sendo que seu último recorde foi batido em Londrina - PR em 1999, quando colocou no ar 3.344 papagaios em apenas uma linha.

Desde 1991, quando se aposentou, Ken Yamazato está percorrendo o Brasil com seu projeto pedagógico "Papagaios e Pipamodelismo", levando educação, cultura e lazer a gente de todas as idades.

Potencial Pedagógico


Muito populares e com forte presença na cultura infantil, os papagaios, além da função lúdica, possuem um grande potencial como instrumento pedagógico.Visando divulgar o uso dos papagaios na arte de educar, em seu sentido mais abrangente, o Projeto Papagaios na Educação propõe, além de incentivar a geração "videogame" a praticar atividades mais criativas e saudáveis, alimentar o interesse pelo aprendizado através de assuntos recreativos.

Através de exposições de modelos dos mais simples aos mais elaborados, palestras ilustrativas, cursos, oficinas pedagógicas e revoadas de pipas, o processo tem se mostrado eficiente na qualificação de professores, estimulando o aproveitamento dos diversos formatos e aerodinâmica dos papagaios, como ferramentas de matemática, geometria, física e meteorologia em todos os níveis de complexidade; sua origem e evolução nas áreas humanas como história e geografia; ou até no estudo da terapia ocupacional; e ainda explorando o assunto de preservação ambiental através do reaproveitamento de uma grande variedade de materiais que iriam para o lixo na confecção do brinquedo.

Tudo isso sem descuidar da segurança; mostrando que brincar ao ar livre é bom e divertido, se algumas normas bem simples forem seguidas. Dessa forma, tem-se obtido grandes resultados, principalmente com profissionais da área de Educação que, na gratificante motivação de seus alunos em absorver conhecimento, encontram sua própria motivação para tornar o ensino mais eficiente e agradável; além, é claro, do resgate de antigos valores culturais e do incentivo a uma maior integração social e familiar.


Professor Engenheiro Ken Yamazato
www.eaqui.com.br/pipamodelismo

Andréa Cristina Sória Prieto
Consultora Pedagógica em Matemática na Futurekids do Brasil
Pós-Graduada em Psicopedagogia e Direito Educacional com Graduação em Pedagogia

Karen Tatiana Ribeiro de Andrade
Consultora Técnica em Informática Educacional na Futurekids do Brasil
Pós-Graduanda em Computação Aplicada com Graduação em Tecnologia em Processamento de Dados

Avaliação deste Artigo: 4 estrelas
COMPARTILHE

DeliciusDelicius     DiggDigg     FacebookFacebook     GoogleGoogle     LinkedInLinkedIn     MySpaceMySpace     TwitterTwitter     Windows LiveWindows Live

AVALIE O ARTIGO





INDIQUE ESTE ARTIGO PARA UM AMIGO










2 COMENTÁRIOS

1 cristiane - Rio de Janeiro
Oi!!! Gostaria de saber mais sobre, Pipas, Papaguaios, Morcegos ou Cafifas, para podermos trabalhar em sala de aula, na disciplina de ARTES. Gostaria de estimular em sala de aula os meus alunos da quarta série!!!!!!!!!! Valeu bjs Cris/Rio...
27/11/2008 20:37:20


2 Cira R O Hancock - Maceió
Olá! Poderia solicitar modelos para que possamos aplicar em sala de aula? Assim ficaria um mais completo o artigo e vc estaria trocando , somando, ajudanndo ao BRASIL.
07/04/2007 10:39:17


ENVIE SEU COMENTÁRIO

Preencha todos os dados abaixo e clique em Enviar comentário.



(seu e-mail não será divulgado)


Os conceitos e opiniões emitidos em artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores.