Logotipo do Planeta Educação

Fazer busca detalhada


placeholder for flash movie

Universo Escolar
 

Planejamento e organização: questão de sobrevivência - 12/04/2012
Fernando Almeida

Há muitas semelhanças entre o controle de produção de um material didático e a forma como se gerencia o cotidiano escolar.

Experiências profissionais nos ambientes escolar e editorial revelam muitas semelhanças entre a coordenação do cotidiano de uma escola e o gerenciamento do fluxo de produção do material didático.

Planejamento e organização são fundamentais em ambas as situações; na verdade, é uma questão de sobrevivência.

Na elaboração de um material didático, a autoria é seguida pela atuação do editor e da equipe de produção, que inclui assistentes editoriais, editores de arte, ilustradores, iconógrafos, diagramadores e revisores.

Tal fluxo precisa ser cuidadosamente desenhado e gerenciado para que o produto esteja adequado às necessidades de alunos e professores.

Reuniões periódicas com os participantes do processo permitem avaliar o andamento dos projetos e efetuar os necessários ajustes de rumo.

Por mais elaborado que seja o fluxo editorial, o material didático só terá qualidade e eficiência se começar com um bom planejamento, conciliando:

- Os projetos pedagógico (define as linhas mestras do material e os objetivos a serem alcançados).
- Editorial (detalha os conteúdos, as seções e as atividades).
- Gráfico (diretrizes visuais, como o tamanho e o tipo das fontes e a paleta de cores).

A gestão da atividade escolar, a cargo de diretores e coordenadores, também depende de planejamento prévio.

É necessário estabelecer os objetivos de ensino, o tipo de clientela a ser atendida, como será feita a inclusão, entre outros pré-requisitos.

Em seguida, definem-se aspectos práticos, como grade horária, contratação de professores, horário das aulas e material didático adotado.

Os professores precisam se envolver ativamente com o cotidiano escolar, conhecendo objetivos e comprometendo-se com resultados.

Disso dependem o sucesso da proposta da escola e a consequente manutenção de seus empregos.

Reuniões de planejamento e também ao longo de todo o ano letivo são vitais para o estabelecimento de estratégias, avaliação de desempenho e eventual correção de rota.

A família é parte imprescindível do processo. É essencial reunir os pais antes do início das aulas e apresentar a eles a linha pedagógica da escola.

Da mesma forma, é fundamental disponibilizar atendimento individualizado ao longo do ano.

Encontros para apresentação de resultados ao fim de cada bimestre ou trimestre ajudam a manter o vínculo e reforçam a importância da parceria entre família e instituição escolar para o processo de ensino e aprendizagem.

Os trabalhos de escola e editora convergem para o uso do material didático, que pressupõe contato permanente.

Críticas construtivas, relatos de incorreções, demandas e solicitações são sempre bem-vindos, pois permitem aperfeiçoamento.

Tal colaboração é indispensável para incrementar o desenvolvimento de novas soluções educacionais para nossas crianças e jovens.

Os bons resultados certamente farão com que a escola se torne referência educacional no município e na região.

Fernando Almeida é biólogo, professor e diretor editorial do Agora Sistema de Ensino (www.souagora.com.br) e do Ético Sistema de Ensino (www.sejaetico.com.br), ambos da Editora Saraiva.

Avaliação deste Artigo: 5 estrelas
COMPARTILHE

DeliciusDelicius     DiggDigg     FacebookFacebook     GoogleGoogle     LinkedInLinkedIn     MySpaceMySpace     TwitterTwitter     Windows LiveWindows Live

AVALIE O ARTIGO





INDIQUE ESTE ARTIGO PARA UM AMIGO










0 COMENTÁRIOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Preencha todos os dados abaixo e clique em Enviar comentário.



(seu e-mail não será divulgado)


Os conceitos e opiniões emitidos em artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores.