Logotipo do Planeta Educação

Fazer busca detalhada


placeholder for flash movie

GEPI Online
Maurina Passos Goulart Oliveira da Silva Doutora em Educação, PUC-SP, licenciada em Letras e Pedagogia. Pesquisadora do GEPI(Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Interdisciplinaridade). Professora no curso de Pedagogia da UNAERP-Campus Guarujá e UNIMES.

Alfabetização de jovens e adultos: em defesa de uma ação interdisciplinar - 07/01/2009
Maurina Passos Goulart Oliveira da Silva

Na formação profissional, muitas pessoas me inspiraram: pensadores, professores, colegas de profissão e, enquanto docente, percebi meus alunos como meus maiores mestres. Nesta trajetória, no entanto, em Freire pude traduzir o significado do sentimento que jamais poderia calar e me fazia desde sempre manifestar minhas contestações adolescentes, a indignação.

(clique aqui para ver o arquivo completo em PDF

Avaliação deste Artigo: 4 estrelas
COMPARTILHE

DeliciusDelicius     DiggDigg     FacebookFacebook     GoogleGoogle     LinkedInLinkedIn     MySpaceMySpace     TwitterTwitter     Windows LiveWindows Live

AVALIE O ARTIGO





INDIQUE ESTE ARTIGO PARA UM AMIGO










12 COMENTÁRIOS

1 Sueli - Aguas de S.Pedro
Gostaria de um contato com a Profa. Maurina. Já fui sua aluna em 2000 na Unaerp em Guarujá. Gostaria de comunicarme com ela? Obrigada, Profa. sueli
25/08/2013 22:04:29


2 fernando carriço - rio de janeiro
Gostei muito do artigo e faço referência ao trecho: O adulto analfabeto é um homem culto, no sentido do saber construído no seu cotidiano, nas suas experiências durante a vida. O que ele não sabe é exatamente o que a sociedade não exigiu dele, pois as suas condições sociais não lhe requisitaram o conhecimento da leitura e da escrita. Parabéns.
20/09/2009 18:13:22


3 ANDREIA PACCOLA DE SOUZA - LENÇÓIS PAULISTA
É SEM DUVIDA UM EXCELENTE ARTIGO, PORQUE NÓS PROFESSORES SEMPRE NOS PROFESSORES QUE TINHAM PAIXÃO POR SUA PROFISSÃO, ENTÃO APRENDEMOS TAMBEM COM A REALIDADE DE NOSSOS ALUNOS , FAZENDO COM QUE AS VEZES PRECISAMOS MUDAR NOSSA PRATICA PEDAGOGICA.
29/06/2009 08:12:34


4 CarmenSilviaLopes - Lençóis Paulista
Ser educador nos torna especiais,pois, temos o previlégio de acompanhar e ser parte de um processo que ao meu ver é um dos mais dignos ,a educação formal e informal,principalmente no que se refere as pessoas de mais idades,aquelas que não tiveram a oportunidade e foram excluidas por terem dificuldade com o ensinoaprendizagem. Este artigo vem nos complementar e aprimorar nosso conhecimento e gostaria muito de ter a satisfação ter a professora Maurina como minha tambem.
22/06/2009 18:30:03


5 aparecida elisandra mathias de oliveira - Lençois Paulista
Adorei o artigo, nós educadores nos espelhamos em professsores que gostávamos muito, mas também os nossos alunos nos influenciam muito, fazendo muitas vezes mudar a nossa prática diária.
15/06/2009 10:20:50


6 Dalvanete dos Santos Costa - Bertioga
Me formei em pedagogia na Unaerp, e tive o privilegio de ter contato em aulas de prática com esta mestra que se chama Maurina que a todo momento em suas indagações nos permitia refletir sobre a nossa prática, a ação do dia... enfim cresci muito como profissional diante dos ensinamentos desta pessoa maravilhosa.
05/06/2009 20:01:22


7 Giovana -
Adorei o artigo, nós educadoresnos espelhamos em professsores que gostávamos muito, mas também os nossos alunos nos influenciam muito, fazendo muitas vezes mudar a nossa prática diária.
01/06/2009 08:11:11


8 Bruna Santos de Barros - Lençóis Paulista
Parabéns! É um artigo muito interessante, nos faz ler e pensar muito sobre a nossa prática educativa. Muitos de nós só nos tornamos educadores, porque quando crianças, tivemos alguém que admiramos muito e levamos essa lembrança até a nossa formação.
25/05/2009 19:20:14


9 TÂNIA MARIA DA SILVA BARROS - Lençóis Paulista
Adorei o artigo, pois nós educadores realmente nos espelhamos em professsores que gostávamos muito, em grandes escritores entre outros, mas também os nossos alunos nos influenciam muito, fazendo muitas vezes mudar a nossa prática diária.
25/05/2009 14:11:29


10 Luiz Augusto de Lima Silva - Guarujá
Certa vez, conversando com a professora Maurina sobre um artigo que haviamos lido na revista Veja que criticava os ismos na Pedagogia brasileira, e que segundo o autor acarretava má qualidade em nosso sistema de ensino, fui indagado por esta educadora com a seguinte proposta de reflexão: É preciso saber de onde este intelectual fala.. De qual lugar ele assiste/participa deste processo educacional. Pois bem, este artigo que acabo de ler não deixa dúvida!!! A professora Maurina Passos fala de dentro pra fora!!! Fala de um lugar privilegiado do processo educacional que mistura com competência e arguição não lembro se depois da reforma permanece a trema?? as experiências da sala de aula com a reflexão acadêmica, intelectual, sem perder o sonho, o brilho no olhar... A indignação!!! Obrigado Maurina por este presente.
02/02/2009 22:26:51


11 MARY FRANCISCA DO CARENO - SANTOS/ SP
Um artigo para ser saboreado em cada um dos seus parágrafos. Com reflexão sobre a argumentação lida. Lida e revivida, pois as justificativas têm a ver com a nossa trajetória de vida acadêmica em contato com tantas mentes e posições a respeito da educação. A educação de jovens e adultos precisa ser pensada com mais seriedade por todos os setores envolvidos: professores, alunos e grupo gestor. Os primeiros, assumindoa como prioritária e naõ, muitas vezes, como encaixe de horário os segundos, aprendendo a exigir uma postura mais responsável deles próprios e dos demais que ensinam os terceiros, dando a conhecer os resultados anuais com mais clareza e exatidão. O desvelamento do mundo está na coragem de encarálo de frente, Com todos os seus desafios.
23/01/2009 21:34:13


12 Carolina Braz - São Sebastião
Todo projeto exige afinação entre as pessoas envolvidas Isso é perfeito, mas é tão difícil! Na verdade, o que há de mais difícil é a consciência desta causa social. Conheço um senhor com mais de 60 anos que se formou no ano passado no ensino médio e que acabou de prestar vestibular para filosofia...É, ele quer ser filósofo! Ele quer pensar com coerência, com embasamento...Estou contando isto só pra pensarmos que, o que estas pessoas querem não é só saber tomar o ônibus correto, eles precisam ter a chance de pensar grande!!!! Já ouvi muitas vezes em sala de aula a sua definição de interdisciplinaridade, e espero saborear muito mais! Meus parabéns pelo artigo!!!
16/01/2009 12:35:12


ENVIE SEU COMENTÁRIO

Preencha todos os dados abaixo e clique em Enviar comentário.



(seu e-mail não será divulgado)


Os conceitos e opiniões emitidos em artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores.