Logotipo do Planeta Educação

Fazer busca detalhada


placeholder for flash movie

Assaltaram a Gramática
Erika de Souza Bueno Coordenadora Educacional da empresa Planeta Educação; Professora e consultora de Língua Portuguesa pela Universidade Metodista de São Paulo; Articulista sobre assuntos de língua portuguesa, educação e família; Editora do Portal Planeta Educação (www.planetaeducacao.com.br). E-mail: erika.bueno@fk1.com.br

A crase e o Novo Acordo Ortográfico - 18/12/2008
Identificando a Fusão dos Dois “As”

Embora o Acordo Ortográfico que entrará em vigor a partir do ano de 2009 não trazer mudanças referentes ao emprego do acento grave (acento indicador de crase), é sempre interessante recordar e saber identificar situações em que a crase deve ou não ser empregada.

Observe a seguir, alguns fatores que precisamos considerar para julgar se há ou não possibilidade de crase, fatores estes que intencionam melhorar nossa compreensão sobre este assunto.

Diante de situações de lugares, troque o destino pela procedência. Se nesta torça aparecer a preposição “da”, ocorrerá crase.

Fui a Brasília buscar uns documentos.
Sem crase, pois na troca (venho de Brasília) não aparece a preposição “da”.
Fui à Itália durante alguns dias da minha lua-de-mel.
Com crase, pois na troca (venho da Itália) aparece a preposição “da”.

- Diante de palavras masculinas, não ocorre crase (a serviço, a cavalo, etc.), porém, se estiver subentendida as expressões “à maneira de ou à moda de”, ocorrerá crase.

Sempre assisto a peças teatrais à Machado de Assis.

- Se o “a” estiver no singular e a próxima palavra estiver no plural, não ocorrerá crase.

A palestra foi muito útil a pessoas que procuram retornar ao mercado de trabalho.

Neste caso, poderíamos escrever “às pessoas”, porém, jamais escreveríamos “à pessoas”.

- Não há crase diante de palavras repetidas.

Gota a gota, cara a cara, dia a dia, etc.

- Não há crase antes de verbo no infinitivo.

A seguir, ouviremosa leitura da ata desta assembléia.

No caso, nunca escreveríamos “à seguir”, pois o verbo seguir está no infinitivo.

- Emprega-se crase diante dos pronomes aquele (a), aqueles (as) e aquilo quando houver fusão de dois “as”.

Eles chegaram atrasados àquele lugar porque o trânsito estava congestionado.
No caso, houve dois “as”, pois quem chega atrasado, chega atrasado a algum lugar, ou seja, houve junção da preposição “a” com o pronome “aquele”.

-Já com a palavra distância, observe se há formação da locução “à distância de”, se assim houver, use crase.

Sou estudante da modalidade a distância, pois os horários são flexíveis.
Dias destes, identifiquei minha colega de sala à distância de uns 200 metros, aproximadamente.

- Com a palavra casa, considera-se se há ou não especificação, se tiver, terá emprego de crase.

Sempre retorno a casa de todos.
Quem são estes todos? Logo, não há especificação, portanto, não haverá crase.
Visitarei à casa de Pedro na próxima semana, pois iniciarei minhas férias.
No caso, a casa a ser visitada foi especificada, portanto, há emprego do acento indicador de crase.

- Semelhantemente ocorre com a palavra terra, pois quando Terra for planeta portará acento grave, e quando se referir a chão, só terá crase se houver especificação.

O retorno dos astronautas à Terra foi um verdadeiro sucesso.
No caso, Terra refere-se ao planeta.
O meu retorno à casa de meus pais foi motivo de grande alegria para todos os presentes naquela ocasião.
No caso, houve especificação da casa que recebeu o retorno de alguém.
Depois de um lindo Cruzeiro Marítimo, nós estávamos ansiosos pelo retorno a terra.
No caso, terra significa chão firme e não há especificação.

Às horas, observe se há antes do emprego do “a/as”, quatro preposições, a saber: para, após, entre e desde. Se houver presença destas preposições, não use crase.

Estou aqui desde as 13h.
A entrevista foi marcada para após as 20h.
A reunião ocorreu entre as 16h e 18h.
Esperávamos-te para as 15h.

No entanto, se não aparecer estas preposições, haverá o emprego de crase normalmente.

Nossa visita ao Museu da Língua Portuguesa foi às 10h, mas por conveniência, dissemos que foi uma hora mais tarde.

Avaliação deste Artigo: 4 estrelas
COMPARTILHE

DeliciusDelicius     DiggDigg     FacebookFacebook     GoogleGoogle     LinkedInLinkedIn     MySpaceMySpace     TwitterTwitter     Windows LiveWindows Live

AVALIE O ARTIGO





INDIQUE ESTE ARTIGO PARA UM AMIGO










24 COMENTÁRIOS

1 Edilson Santos - Tanque Novo
Nossa! Este artigo me ajudou bastante. A crase é um assunto que é fácil, porém, confunde todos na hora de tecer um texto, deixa o aluno/professor de cabelos em pé. Obrigado mais uma vez por este artigo maravilhoso sobre crase.
17/08/2013 20:16:04


2 Eric - Cotia
se eu me lembro bem, aprendi uma regra no ensino fundamental! quem vai ` à ` e volta `da` é crase `à `, quem vai `a` e volta `de` crase pra quê? não sei se é correto usar essa regra, mas imagino que seja assim: exemplo vai à escola, volta da escola. vai a São Paulo, volta de São Paulo
16/08/2013 14:27:39


3 Adilson Cordeiro Ramos - Piracicaba SP
Muito bom isso tem me ajudado muito Grato: Adilson 18/02/2013
18/02/2013 08:57:59


4 Wesley - SantosSP
Gostaria que extinguissem essa regra inútil, contudo, muito agradecido pela excelente contribuição.
28/01/2013 12:42:45


5 MARIA LUIZA LOPES - Campo MourãoPr
Gostaria de saber se utilizamos crase na seguinte situação: A palestra foi das 15h às 18h Aguardo retorno. Grata Maria Luiza
30/08/2012 11:34:22


6 isabel afra - Natal
Muito didático!
14/05/2012 21:08:41


7 Izidro Eduardo - Salvador
Por favor, me ajude.É o Seguinte: Vou estar até as 14H . Tem crase? Acho que nao tem, pois até é preposição. contudo falaste que : para, após, entre e desde. Se houver presença destas preposições, não use crase. Não tem a palavra até. O que é que faço pelo amor de Deus!kkkkk
26/12/2011 08:48:03


8 ilson alencar junior - joão pessoapb
muito bom mesmo,me ajudou bastante na prova de português jurídico,obrigado!
21/12/2011 12:41:43


9 Caio - Maringa
Muuuito baaum ajudo eu na prova vaaleu :
04/05/2011 19:47:33


10 Lucia Costa - Juazeiro do Norte Ceará
Bastante válida a informação sobre crasereferente a utilização das horas.As gramáticas modernas não costumam detalhar, dessa maneira, esses conteúdos.Parabéns!
13/01/2011 23:27:24


11 Geralice dos Santos Oliveira - Brasília
É muito válido e explicativo as dicas e orientações dadas aqui.Me ajudaram muito.
24/10/2010 13:35:09


12 lidinea sousa - cairubahia
acho que esse acordo vai ser bom, basta estudarmos para ficarmos por dentro.quero saber mas sobre crase.
12/02/2010 15:38:05


13 Hélio dos Santos - Aracaju
Acho que de ínicio esse acordo traz uma série de confusão, mas ao passar do tempo as pessoas vão se acostumando e também buscando estudar mais para adquirir condições básicas e necessários para o bom uso dessa acordo.
25/11/2009 21:26:54


14 ilton josé da silva - cubatão
Muito boa as definições para o uso correto da crase, visto que o seu emprego pode mudar radicalmente o sentido de um enunciado. E sua falta pode denotar falta de conhecimento da regra.Parabéns1
15/11/2009 15:39:49


15 Lázaro - Rio Real
Qurro saber mais sobre o novo acordo ortografico
17/09/2009 11:39:28


16 Jôsy Andrade Araújo - Sergipe
Concordo com AdrianaSP, mas o equívoco da autora não compromete a qualidade do texto com relação à compreensão do mesmo.
13/08/2009 16:12:30


17 Luiz Augusto Damasceno Brasil - BrasíliaDF
Muito didático. Parabéns!
21/06/2009 11:48:05


18 Cleomar Kamers - Florianópolis SC
Ótimo, muito bem explicado
19/06/2009 18:16:40


19 Ana - LENÇÓIS PAULISTA
Adorei
25/05/2009 13:33:40


20 Simone Cardoso - Macatuba
há um erro no ínicio do texto na preposição que ela utilizou exemploEmbora de o acordo não é preciso essa preposição , portanto a concordância da frase causou estranhesa na frase.l
11/05/2009 10:14:14


21 Aparecida Elisandra Mathias de Oliveira Rocha - Lençóis Paulista
Apesar do erro de concordância na primeira frase Embora de o acordo ortográfico, esse de não existe, pois é uma preposição. O texto é muito bom.
11/05/2009 10:13:45


22 Adriana - São Paulo
Por favor, corrijam a primeira frase deste texto!!!! Embora o acordo ortográfico.... não trazer... ESTÁ ERRADO! Acredito que a autora quis dizer: Apesar de o acordo ortográfico não trazer ou Embora o acordo ortográfico não traga!!
11/04/2009 04:16:36


23 ariana matias silva - goiania
gostaria de saber se há crase quando escrevo desta forma: de 12/03/2009 a 24/03/2009??? grato.
26/03/2009 23:28:27


24 bruna lima de souza - portugal
eu adorei e de mais
10/03/2009 15:03:16


ENVIE SEU COMENTÁRIO

Preencha todos os dados abaixo e clique em Enviar comentário.



(seu e-mail não será divulgado)


Os conceitos e opiniões emitidos em artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores.